Che Guevara em Brasília

Ernesto Che Guevara, então ministro das Indústrias de Cuba, veio a Brasília no dia 18 de agosto de 1961 para uma visita ao presidente Jânio Quadros. O jovem deputado federal José Sarney ficou encarregado de recepcioná-lo, mas não conseguiu permanecer no local devido aos sucessivos atrasos da delegação cubana. Guevara chegou ao aeroporto com sua comitiva de 45 pessoas (20 delas eram seguranças) e hospedou-se no Brasília Palace Hotel, ocupando um andar inteiro.

Jânio Quadros recebe Che Guevara no Palácio do Planalto

No dia seguinte, o argentino Che foi até a Praça dos Três Poderes para saudar a bandeira e passar em revista às tropas. Os oficiais presentes ao evento, no entanto, não quiseram se perfilar diante de um líder comunista. Já no Palácio do Planalto, Guevara recebeu a Grã-Cruz da Ordem Nacional do Cruzeiro do Sul, a mais alta comenda do nosso governo. A iniciativa causou muita polêmica e irritou vários setores das Forças Armadas. Alguns militares ameaçaram devolver suas próprias condecorações em protesto. Outra pessoa que ficou extremamente irritada com a presença de Che em Brasília foi o governador da Guanabara, Carlos Lacerda. O político iria entregar, horas depois, as chaves do Rio de Janeiro ao anticastrista cubano Manuel “Tony” Varona.

Che passando as tropas brasileiras em revista

Aquela foi a última solenidade de Jânio Quadros como presidente, que renunciou dias depois. Após 1964, os militares, em um ato simbólico, retiraram a condecoração de Guevara.

8 comentários em “Che Guevara em Brasília

  1. Parabéns aos nossos militares! Bravos guerreiros que conseguiram desmantelar o plano diabólico de João Goulart de implantar o comunismo no Brasil. Mas que o país quase foi tomado pelo socialismo de vez, na era Petista. Se Fernando Haddad tivesse ganhado as eleições de 2018, nós estaríamos fritos! Faltou pouco para o Brasil se transformar numa Venezuela ou em uma Cuba.

    Curtir

  2. Ainda bem que pessoas sensatas interviram por nós em épocas de lôbos ladrões e famintos de que não lhes pertence! Se o capitalismo fosse um regime opressor muitos não se matareiam para entrar em países que lutaram tanto para essa conquista!

    Curtir

  3. Não entendo como ainda se fala em comunismo/socialismo … países falidos e povos oprimidos … liberdade mitigada ! Desrespeito aos valores familiares, cristãos, éticos e morais

    Curtir

  4. Não se poderia esperar outra coisa que manifestações da pior demência social da nossa era, o anticomunismo e seu ódio visceral contra qualquer esforço de auto determinação e soberania dos povos, desesperados para servir de tapete para as botas do imperialismo estadunidense.

    Ao menos para as pessoas mais pobres, Cuba é hoje um lugar incomensuravelmente melhor para se viver do que o Brasil, tendo saúde, educação e segurança garantidas. E que não venham com a patifaria de que cubanos fogem para Miami porque isso deveria servir então para desqualificar todos os países latino americanos, cheio de pessoas desesperadas para entrar nos EUA. Cuba só tem a vantagem de ser mais perto e do fato de que qualquer cubano que conseguir fazer a travessia a barco GANHA GREEN CARD!

    Por fim, VIVA CHE GUEVARA, que NÃO ERA COMUNISTA, muito menos eu! Ele era um autêntico guerreiro que arriscou a vida enfrentando inimigos muito mais poderosos, embora pudesse ter permanecido no luxo, ao passo que nossas cadelas anticomunistas de plantão se deliciam com torturadores que matavam vítimas indefesas na escuridão dos porões e covardemente sumiam com o corpo, o que por si só já diz muito sobre as qualidades morais dos anticomunistas.

    Curtir

Deixe uma resposta para Anônimo Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s