A origem da Feira Central de Ceilândia

Por volta de 1973, logo após a inauguração de Ceilândia, havia três feiras que concentravam quase todo o comércio local: uma na região central, outra no lugar onde fica, atualmente, a Feira da Guariroba e mais uma na antiga Vila do Pedrosa. Para facilitar o acesso dos moradores, os feirantes decidiram reunir-se todos no centro da cidade, formando, assim a Feira Central de Ceilândia.

Inauguração oficial da Feira Central de Ceilândia em 1984

No início, a organização ainda era precária, com bancas que vendiam confecções, temperos, animais vivos e comidas típicas. Somente em 1984 a feira, como a conhecemos hoje, foi estabelecida pelo governo e inaugurada oficialmente, logo tornando-se uma das principais atrações turísticas da cidade.

Atualmente, a feira é considerada um dos maiores pontos de cultura nordestina fora da Região Nordeste, reunindo quase 500 bancas. Por ali, é possível encontrar de tudo: carnes, peixes, queijos, verduras, frutas, moda, utensílios para o lar, bolsas, sapatos e muito mais. Pratos típicos da culinária nordestina, como sarapatel, dobradinha e caldo de mocotó são especialidades por ali. Segundo sua administração, a Feira Central de Ceilândia costuma receber cerca de 11 mil visitantes a cada fim de semana.

Antes e depois da feira

6 comentários em “A origem da Feira Central de Ceilândia

  1. ( * )
    Na área externa da Feira Central da Ceilândia encontrava de tudo. Vendiam preá seca e salgada, caranguejo vivo, camarão empoeirado (kkkkk), banha de sucuri, apresentação do homem da cobra, apresentação com o peixe-elétrico, jogo da tampinha e todo tipo de produto e coisas inimagináveis. Na época da seca era uma tempestade de poeira e no período chuvoso era com a lama que o povo Ceilandense convivia. Na feira e sua adjacência tinha doidos, mendigos, Ciganas lendo mão, meninos de rua, engraxates, vendedores ambulantes, vigia de bicicletas e tantas outras coisas que tornavam aquele lugar lúdico. Era o lugar mais procurado e estimulante para a molecada que se conhecia num domingo dos meados 1970.
    * Parte de texto.

    (A história da Ceilândia fica incompleta sem citar a Feira Central. São indissociáveis.)

    * Eu sou pioneiro da Ceilândia

    Curtir

  2. ( * )

    Na área externa da Feira Central da Ceilândia encontrava de tudo. Vendiam preá seca e salgada, caranguejo vivo, camarão empoeirado (kkkkk), banha de sucuri, apresentação do homem da cobra, apresentação com o peixe-elétrico, jogo da tampinha e todo tipo de produto e coisas inimagináveis. Na época da seca era uma tempestade de poeira e no período chuvoso era com a lama que o povo Ceilandense convivia. Na feira e sua adjacência tinha doidos, mendigos, Ciganas lendo mão, meninos de rua, engraxates, vendedores ambulantes, vigia de bicicletas e tantas outras coisas que tornavam aquele lugar lúdico. Era o lugar mais procurado e estimulante para a molecada que se conhecia num domingo dos meados 1970.

    * Parte de texto

    A história da Ceilândia praticamente fica incompleta sem falar da Feira Central. São indissociáveis

    * Eu sou Pioneiro da Ceilândia.

    Curtir

  3. Morávamos no meio da Ceilândia Norte e minha mãe comprava a galinha viva e íamos caminhando de volta pra casa pra fazer o almoço… Memória feliz de minha infância…

    Curtir

  4. Na parte externa da feira de Ceilândia, criou -se a expansão da feira onde hoje fica a 15° DP,o tão conhecido Telebar, a chamada feira do pau pelado, era tudo improvisado não tinha cobertura nas bancas onde tinha de tudo. Tinha também nesse espaço entre as lojas e essa lojinha de conveniência do BRB, um palanque que por muitos anos ficou conhecido em toda região, o forró do Braga,era apresentado todos os domingos e era o ponto de encontro dos forrozeiros, tinha dançarinas era muito divertido.

    Curtir

Deixe uma resposta para Sidney Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s